× Famosos Amador Esporte Sexo Modelos Variedades
notícias
CAMG
boytoy
vídeos
VARIEDADE
Multidão lota a Praia de Copacabana durante a Parada do Orgulho LGBTI

RIO — Copacabana foi tomada pelas cores do arco-íris neste domingo, dia da 23ª parada do Orgulho LGBTI.  Com o tema "Vote em ideias, não em pessoas", o evento procurou conscientizar sobre a importância das eleições. A organização estima que 1 milhão pessoas tenham comparecido à festa, na orla do Rio; a previsão era de que o público chegasse a 1,5 milhão, superando o número de 1,2 milhão de presentes em 2017. No entanto, não há ainda um número oficial estimado pela Polícia Militar.



— Este ano fizemos a parada antes das eleições, justamente para falar sobre isso. Ressaltar a importância do voto de acordo com causas que apoiam o respeito a todos e a diversidade. Estamos vivendo uma época de atraso intelectual, em pleno 2018 — destacou o presidente do Grupo Arco-Íris, Almir França.



Toni Reis, presidente da Aliança Nacional LGBTI, acrescentou que o evento busca resgatar a dignidade de uma comunidade de pessoas que procuram mostrar que têm uma história significante:



— Independentemente de quem ganhar essas eleições, precisamos ter diálogo com todos. Nós não queremos destruir famílias, queremos respeito.



Mais de dez trios elétricos embalam o público, comandado por nomes como as funkeiras Lexa, Luísa Sonza, MC Pocahontas e a cantora Simone Mazzer.



— Essa comunidade não é representada no dia a dia, e os artistas tem essa função. É uma luta por igualdade - destacou Simone.



MC Pocahontas contou que, antes de cantar, já frequentava as paradas gay:



— Sempre admirei muito a luta LGBTI, e eles estão presentes na minha vida e na minha carreira. Então, essa luta é minha, eu defendo o respeito e a igualdade para que eles possam amar livremente.



 



Vice-presidente do Grupo Diversidade Niterói (GDN), Eula Rochard, que usa um look de mais de R$ 5 mil, elogiou a presença de heterossexuais no evento: 



— Não é todo mundo que está aderindo a esse fascismo no Brasil. Gay também tem pai, avó. Se a família vier junto, melhor. É preciso dar apoio.



Num desfile, a frente dos carros de som, gays e trans também performam, com coreografia e estampando as cores do orgulho. Bem de perto, Wilma Helena Tavares Alves, de 61 anos, acompanha animada o movimento:



— É a primeira vez que eu venho à Parada Gay, estou achando ótima, pacífica e bem animada. Eles têm que correr atrás dos direitos deles, da igualdade! Eles são muito discriminados, o preconceito rola solto e é uma festa para mostrar que todos são iguais! — afirmou.



O clima foi de paz. Mas, em momentos isolados, a equipe do GLOBO flagrou casos de roubos e furtos. Durante a tarde, uma tensão tomou conta da festa por alguns minutos quando um homem teve o cordão de ouro arrancado do pescoço e, em seguida, um suspeito de ter cometido o crime foi detido pela Polícia Militar. Os dois foram à delegacia com os policiais.



Num momento isolado, um homem foi levado à delegacia, suspeito de ter arrancado o cordão do pescoço de um dos manifestantes Foto: Brenno Carvalho / Agência O Globo



Num momento isolado, um homem foi levado à delegacia, suspeito de ter arrancado o cordão do pescoço de um dos manifestantes Foto: Brenno Carvalho / Agência O Globo



 



 



fonte: Jornal O Globo



 

Atenção: As imagens abaixo contem nudez e são proibidas para menores de 18 anos, se você não for maior de idade não continue descendo essa página, obrigado.

 



Logo BoyToy

vídeos
Gostoso chupando pica no banheirão
Danilo Amigo mostrando a rola
BR dando para o namorado gostoso
Parrudo caralhudo
Chupouo o pau do cafuçu na cam
Gogo Boy Guilerme Augusto de pau duro 2
Caveira Gomes webcam 1
Mulato Gostosinho mostrando a Rola e o Cuzinho
Indio Pauzudo metendo no cu bem gostosinho
Gringos pauzudos zuando na cam
Hétero - ostentando buceta
Tatuado abertão
Rugby Cameron Clement
MAIS VÍDEOS


notícias relacionadas

Facebook vai banir usuários que se descrevem sendo “ativos” ou “passivos” no perfil
Anão Tokinho agita a web ao apresentar namorado gato
Papa diz que gay não pode ser sacerdote nem consagrado e revolta ativistas
Ministério da Saúde divulga que 73% das novas infecções de HIV ocorrem no sexo masculino