e-mail
senha
esqueceu sua senha?
famosos
sexo
modelos
esporte
amador
notícias
chat
blogs
GxG
vídeos


/ notícias
publicado em 06-11-2013

Argentina: Beijo gay e cena de amor entre enrustidos em novela mobiliza o país

tag: gay, , , ,


Chávez e Guillermo formam o casal gay mais comentado atualmente da Argentina, que já teve beijo gay em outras novelas e autoriza o casamento de pessoas do mesmo sexo há 3 anos. Mas por que a trama da novela “Farsantes”, do canal 13, está mexendo com todos por lá? Porque os dois personagens são enrustidos, casados, estão vivendo um caso de amor escondido e avassalador.

Além disso, dois galãs famosos estrelam os papéis dos homens que descobrem o amor. O premiado ator Julio Chávez é Guillermo, 50 anos, advogado bem sucedido e pai, que deixa a mulher depois de se apaixonar pelo jovem advogado vivido por Benjamin Vicuña, um ator chileno lindo. Guillermo é um advogado criminalista, já apareceu na trama tendo sexo casual com outros homens e sua mulher está grávida. Eles eram os típicos enrustidos, mas que pararam de pensar que era apenas sexo e encararam um em amor que nunca ousaram investir, deixando de lado suas famílias supostamente perfeitas.

A cena do beijo e primeira noite de amor deve ir ao ar nesta quinta-feira, em horário nobre. A notícia está causando uma celeuma no país, mobilizando comentários a favor e contra nas redes sociais. Poderia acontecer com qualquer um? Se for alguém que se esconde de seus sentimentos, sim. E talvez isso mexa tanto com as pessoas...

Fonte: Lado A






Notícias relacionadas

Personagem LGBT deve aparecer em filme da Marvel na próxima década
Depois de Stan Lee acreditar que Homem-Aranha não deveria ser negro ou gay, o presidente d

Parada gay de Brasília reúne 15 mil pessoas
A 18ª Parada do Orgulho Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis (LGBT) de Brasília reuniu 1

EUA aprova o casamento gay em todo o país
Numa decisão histórica, a Suprema Corte dos Estados Unidos legalizou nesta sexta-feira (26

Rio aprova projeto de lei que pune a homofobia
A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, na quinta-feira, 25,